São infinitas as variedades de especiarias que achamos por aí, mas cada uma tem uma função, e claro, combina com um determinado tipo de ingrediente. As ervas são as partes folhosas de certas plantas. Especiarias identificam raízes, sementes, flores e frutas de certas plantas.
Lembrando sempre que as ervas frescas devem ser usadas no final do preparo, para ficar com mais sabor e aroma. Ao contrário das secas, que devem ser usadas no início do preparo e são ideias para cozidos, caldos e sopas.
Se você é principiante ou amador, não se preocupe. Encontrei umas dicas bem bacanas!!

Alecrim: carnes assadas, sopas, peixes, aves, batatas, legumes (abobrinha, berinjela, tomate) e pães.
Canela: Frutas assadas ou tortas de frutas, caldas e caramelos, compotas, temperar almôndegas e molhos de carne moída (dá um toque super diferente: 1 colher de café para cada 500g de carne moída), bolos e pães.
Cebolinha: ovos, sopas, cozidos em geral, queijos e patês.
Coentro: Ideal para cozidos, sopas, arroz e molho para salada.
Açafrão da terra (Cúrcuma): arroz, cozidos de frango, sopas.
Dill: usar sempre fresco, ideal para salmão, cremes de queijo, batatas cozidas ou qualquer preparo com iogurte.
Anis- estrelado: chás, caldas, compotas e sopas.
Estragão: molho para carnes assadas mais gordurosas, maioneses e aves.
Manjericão fresco: molho de tomate, pizzas, queijos e molho pesto. Experimente também usá-lo no azeite. Quanto maior for a quantidade, mais sabor terá.
Manjerona: em legumes, cogumelos, aves, peixes e pizzas.
Noz moscada: em pão de mel, molho branco, em verduras cremosas como espinafre e escarola refogados com um pouco de creme de leite. Para quem sofre com má digestão, vale a pena um chá com ela ralada.
Orégano: pizzas, em torradas de queijo, em molhos de tomate beliscar com pão, pães e com queijos.
Páprica doce ou picante: em cozidos, ensopados, salada de batata, carne porco em geral até mesmo em salsichas. No arroz fica ótimo. Outra dica é dissolvê-la na gordura para fazer farofa. Fica bem amarelinha igual as de restaurantes.
Salsa fresca ou seca: ela é a mais versátil de todas, pode ser utilizada em recheios, molhos, carnes, aves, peixe, no arroz e na farofa. Aonde usá-la ela deixa sabor.
Tomilho: em assados, cozidos, sopas, caldos, aves, carnes vermelhas e em peixes.

Mais dicas em: http://www.mensagensnaweb.com/temperos.htm

 

Deixe uma resposta