Agilidade Ferramentas Roda Ágil

Roda Ágil: um assessment para equipes de desenvolvimento ágil

Olá pessoas!

Depois de algum tempo realizando estudos e experimentos com os times de desenvolvimento, desenvolvi um novo modelo de aplicação para identificar o grau de maturidade dos times ágeis.

O modelo ficou bem simples e adaptável, até porque como trabalhamos com muitos times, eu não podia ter um asssessment muito longo. Vou explicar pra vocês como ele funciona, e ao final deste post, tem o link para o download do material e os materiais das minhas palestras.

Só não publiquei antes porque ainda estava fazendo alguns ajustes (vocês perceberão as diferenças entre os exemplos e o arquivo disponível para download).

Materiais

  1. Uma folha A4 com a Roda Ágil impressa;
  2. Três canetas, sendo uma de cada cor: vermelha, amarela e verde;
  3. Um lápis e uma borracha.

Instruções

  1. Para fazer pela primeira vez, reserve entre 40 a 60 minutos para a aplicação do assessment, em um local adequado e evite que o time se disperse. Quando você repetir o assessment, apenas 30 minutos serão suficientes.
  2. Explique sobre o assessment, e tranquilize o time sobre a avaliação que tem o intuito de identificar gaps para poder ajudá-los.
  3. A roda está dividida em 4 partes baseadas no Modern Agile: Torne Pessoas Sensacionais, Experimente e aprenda rápido, Faça da segurança um pré-requisito e Entregue valor a todo instante.
  4. Inicie em sentido horário, pela parte de Pessoas: Colaboração e comunicação como exemplo; caso a marcação seja baixa, oriente para usarem a cor vermelha, caso seja mediana use amarelo e quando o time pintar bastante, peça para utilizarem o verde, assim o resultado final já estará com uma matriz de calor.
  5. Todos devem entrar em consenso nas decisões ao realizar a pintura de cada área;

Recomendações

  1. Reserve uma sala onde todos possam se sentar de forma confortável, e com uma mesa ao centro para que todos visualizem a roda
  2. Não entregue o material para o Scrum Master, deixe-o no centro da mesa com as canetas e pergunte se alguém quer pintar; se ninguem quiser, aí sim você pede para o Scrum Master fazer a gentileza.
  3. Para facilitar equipes que possuem times remotos, fizemos uma escala numérica para eles opinarem, por exemplo, de 1 a 5, sendo 1 e 2 vermelho, 3 amarelo e 4 e 5 verde, qual pontuação você daria? Também deixamos aberto para quebrar estes números para 1,5 ou 2,5 por exemplo.
  4. Para times que possuí alguém com uma voz muito ativa, e se impões perante o time, sugiro que vocês usem baralho de planning poker, aí todos acabam dando a sua sugestão, sem ouvir a voz ativa antes.
  5. Se você quiser fazer sem as canetas coloridas não será melhor ou pior, recentemente eu fiz um estudo de cores e os resultados mostraram que os times não se sentem influenciados pelas cores ou a falta delas.
  6. Não tenha medo de usar o N/A (Não se aplica), simplesmente aceite que nem tudo serve para todos.
  7. Cuide ao expor a Roda para outros times, para não haver comparações de banana com laranja.
  8. Crie um plano de Ação para as partes mais críticas.
  9. Refaça o assessment sempre que o time achar necessário, eu gosto de fazer a cada 3 meses.
  10. Peça feedbacks do time e evolua sempre!

Não tem aplicativo? Por que usar papel e caneta?

Gente, como falei anteriormente, eu já fiz inúmeros assessments, com excel, com aplicativos, e quando a gente leva pro mundo digital, as coisas acabam perdendo um pouco do tato. Seguindo os princípios do Kanban que eu gosto muito:

  • Comece com o que você tem hoje;
  • Implemente mudanças evolutivas e incrementais.

Ao apresentar o vermelho no papel, o grau de urgência das pessoas é muito maior do que um visor de celular.

Eu mesma já mostrei alguns resultados da roda para os diretores, e eles ficaram impressionados e extremamente preocupados ao ver os vermelhos e amarelos pintados pelo time da auto avaliação.

É preciso engajar emocionalmente as pessoas a mudança, principalmente quando temos problemas sistêmicos que precisam ser resolvidos pelo C-level.

Personalize a sua Roda Ágil

Ana posso mudar alguma informação da Roda? É claro que pode, e deve (aliás é pra isso que se faz publicações, para que outras pessoas evoluam sempre!) eu mesmo mudei diversas vezes até chegar nesta versão e acredito que temos muito que evoluir. Mas a minha ideia foi criar algo o mais genérico possível.

Maturidade Roda Ágil (MRA)

Também criei níveis de maturidade para todos os times baseados na Roda Ágil. Este nível de maturidade é básico e não tem mistério. Ele é baseado no resultado da Roda Ágil (nada de auditoria para mudar os resultados hein?). Os times conseguem entender onde eles estão e aonde querem chegar com apenas um número que vai de 1 a 5. Para coletar a pontuação, tire a média entre todos os itens para se obter a média geral. Assim você terá um número médio que vai de 1 a 5. Sendo 1 menos maduro e 5 mais maduro.

Créditos e agradecimentos especiais

Gostaria de agradecer a HBSIS onde teve todo o início com o Agility Health Radar da Sally Elatta, este foi o primeiro assessment que tive contato trazido pelo Samuel na empresa (depois fizemos outras versões em português e só complicamos rsrs).
Ao time de Arquitetura da Softplan em especial o Fabiano FreitasMárcio Marchini que me ajudaram pacientemente na construção da Roda na parte de Segurança, a psicóloga Melina na parte de Pessoas, aos POs na parte de Entregar Valor, aos meus gerentes que me ajudaram com o nome e propuseram melhorias na nova versão; e ao Fábio que me ajudou a testar em tantas equipes. Também aos que me inspiraram: a Rafaela Mantovani (criadora da bússola ágil), ao Buzon que escreveu sobre o Agile Coach Tool 1on1, aos princípios do Modern Agile e ao Paul J. Meyer criador da Roda da vida que foi a principal inspiração para o nome e o formato de aplicação. Em especial, aos times Alemanha e Grécia que topavam todos os meus experimentos, gente muito obrigada!

Arquivos para download

Roda Ágil em branco: Versão 2.5-pt
Baixe o roteiro aqui: Roteiro Roda Ágil V4.0
Apresentações no slideshare: https://slideshare.net/AnaGSoares

17-Jan-2018 — Nova versão disponível 2.0 e versão em inglês

Com base no feedback dos Agile Coaches, temos uma nova versão da Roda Ágil disponível para download. Nesta versão, a Roda está renderizada e com alguns termos modificados. Agradecimentos a Natacha Leite e ao Stéfano Girardelli que vetorizou a roda, fiquei muito feliz, obrigada! <3

20-Abr-2018 — Roteiro da Roda Ágil disponível para download

Galera, a fim de padronizar os conceitos da Roda, criei um roteiro que auxilia neste processo.

No entanto, é importante lembrar que vocês não devem utilizar este documento para realizar uma auditoria e pontuar item a item, este é um erro cometido por outros assessments, que inclusive eu já testei e perde a essencia. A pontuação é decidida pelo time diretamente na Roda. Estes itens são apenas para esclarecer o significado de cada item, combinado?

14-Mai-2018 — Nova versão disponível 2.5

Segundo o Modern Agile, novas abordagens modernas compartilham foco na produção de resultados excepcionais e no crescimento de uma cultura excepcional. Acreditamos que fazia muito mais sentindo transformar a Roda Ágil em favor dessas novas abordagens modernas. Por este motivo a Roda Ágil agora é fundamentada por quatro princípios orientadores:

Rode com seus times e mostra pra gente como está a maturidade por aí, use a hashtag #rodaagil e mandem feedbacks, valeu galera!

17 thoughts on “Roda Ágil: um assessment para equipes de desenvolvimento ágil”

  1. Olá Ana!

    Obrigado por compartilhar. Estarei compartilhando com os times aqui na empresa. Obtendo feedbacks compartilho.

    Ate
    Paulo Fernando

  2. Ei, Ana, gostei demais da Roda. Estou começando a estudar sobre este tipo de auto avaliação. Algumas dúvidas: o que é Qualidade E2E? Depois que cada um dá a sua nota vocês fazem a média ou rola uma discussão até chegar num consenso? Vocês usam esse modelo para avaliar a eficácia do Scrum Master ou Coach do time?
    Abraço.

    1. Oi Cardoso tudo bem? Qualidade E2E vem do conceito de testes end-to-end na Roda eu questiono o time sobre os defeitos abertos em produção. Coloquei a nova versão da Roda e estarei ajustando a legenda ali! Mas estarei palestrando na semana da agilidade dia 15/12 às 18hrs mais detalhes em: https://agilidade.org

  3. Olá Ana!
    Excelente trabalho, implementamos na empresa que trabalho na última retrô do time e o resultado foi muito bom, conseguimos discutir muitos pontos e no final tivemos um assessment bastante visual, onde conseguimos ter a clara noção do que precisamos dar atenção.

    Parabéns!

    Um abraço.

  4. Olá Ana!
    Dias atrás fiz esta atividade com os nossos times e pelo feedback deles mesmos, de todas as experiências que já fizemos com este propósito, esta com certeza, foi uma das mais ricas.

    Estou marcando no Instagram algumas imagens e posso te enviar outras por outros meios!

    Muito obrigado por compartilhar esta ferramenta!

  5. Oi Ana, tudo bem? Parabéns…fiquei com uma dúvida, até que faixa vocês consideram vermelho, amarelo ou verde? bj,

    1. Oi Ana tudo bem? Eu uso vermelho para 1 e 2, a partir do 3 peço para a equipe pintar com a caneta amarela e 4 e 5 verde. Mas você pode fazer da forma que ficar mais adequada para a sua equipe! Beijos!

    1. Oi Ana tudo bem? Te enviei um e-mail com o material da Roda Ágil, eu iniciei um trabalho sobre maturidade, porém não consegui alcançar os resultados que queria e dei um passo atrás. Mas ainda estou estudando (muito) sobre o assunto, e em breve conto novidades pra vocês!

  6. Ana, tudo bem? Onde eu trabalho atualmente fizemos algo parecido para medir a maturidade das equipes. Eu vi no seu material que as perguntas que auxiliam o time a pintar o mapa chegam a quase 90. Você consegue passar todas e explicar cada uma para o time em 60 minutos? O nosso material tem em torno de 70 questões e a primeira rodada com o time leva quase 4 horas.

    1. Oi Luiz tudo bem? Então, na Roda Ágil não existe um questionário para ser respondido. A criação do roteiro foi criado apenas para alinhamento de conceitos. Geralmente eu consigo fechar entre 30 a 60 minutos no máximo. Espero ter ajudado!

Deixe uma resposta